Centro Cultural

No curso da implantação do ISI – Educação e Cultura, no interior da Santa Casa de Misericórdia de Campinas, os trabalhos responsáveis pelo restauro do prédio proporcionaram aos gestores do ISI e aos trabalhadores de saúde de forma geral, o contato com a trajetória de formação e transformação do hospital e da própria categoria, percorridos pelo viés da história de Campinas.

O interesse pelo resgate histórico deu lugar às primeiras iniciativas no campo cultural: a elaboração do “Manual de Restauro e Conservação de Bens Culturais”, a criação/implementação do “Roteiro da Saúde”, a construção de uma série de aulas virtuais intituladas “A cidade e a Saúde” e o desenvolvimento do projeto Educação Patrimonial(aulas e atividades lúdicas no interior de escolas públicas de Campinas), atividades estas que, a partir de 2008, passaram a compor as ações do Centro Cultural, em estruturação.

Com o objetivo de criar condições de estudo, preservação e diálogo com o patrimônio material e imaterial do campo da Saúde em Campinas, o Centro Cultural do ISI visa oferecer à sociedade (aos profissionais da saúde, aos moradores e visitantes de Campinas), um espaço interativo e dinâmico de percepção e alargamento de referenciais, realizações, saberes do campo da Saúde presentes na cidade, tomando como base, ferramentas e procedimentos contemporâneos de estudo e de circulação pelo espaço urbano e social.